• hebraicandouerj

Qual a capital de Israel?

Um apanhado histórico das brigas em torno de Jerusalém.




Em maio de 2018, Donald Trump transferiu a embaixada americana em Israel para Jerusalém. Isto gerou um certo desconforto internacional.

Na verdade, não foi um ato inusitado de Donald Trump. Em 1995, o Congresso americano aprovou uma lei (Jerusalem Embassy Act) que transferia a embaixada americana em Israel para Jerusalém, compreendendo também a cidade como capital do estado israelense. Esta mesma lei declarou 31 de maio de 1999 como data final para esta transferência, mas como entendia interesses de segurança nacional, o prazo foi sendo adiado.

Bem, a capital de Israel, por ocasião da declaração de Independência de Israel, em 14 de maio de 1948 era Tel Aviv.

Até 1967, antes da Guerra dos seis dias, a chamada linha verde dividia Jerusalém em duas partes, definindo a fronteira palestino-israelense. Assim, a parte oriental de Jerusalém ficaria com a Palestina e a parte ocidental, com Israel. Na Guerra dos seis dias, Israel ocupou a parte oriental de Jerusalém, o que incluía a Cidade Velha. Em 1980, Israel declarou Jerusalém sua capital “completa e unificada”.

A ONU condenou a ação de Israel, entendendo como uma violação ao direito internacional e não reconheceu Jerusalém como capital deste Estado.

Jerusalém tem um governo municipal e um prefeito que são eleitos a cada cinco anos.





A divisão dos bairros em Jerusalém

34 visualizações0 comentário